Corra, Abby, corra

Autor (a): Jane Costello
Editora: Record
Páginas: 420
Classificação: 5

Anúncios

download-3Na corrida pelo amor, Abby tem que ir com tudo
Abby nunca foi de se preocupar com hábitos saudáveis. Aos 28 anos, ela acaba de fundar a própria empresa de web design, e sua rotina parece consumir todo o seu tempo. Ela não tem a menor ideia de quando foi a última vez que deu um beijo apaixonado. E o pior: mal tem tempo para comer, malhar então… nem pensar.
Mas quando sua melhor amiga a convida para participar de um clube de corrida, a jovem empresária encontra uma motivação: Oliver, charmoso e bem-sucedido médico que parece estar interessado em suas investidas. Seu primeiro dia de corrida, entretanto, não acaba como imaginou e ela jura que nunca mais vai correr. Até o dia em que sua assistente Heidi revela ser portadora de esclerose múltipla. A partir daí, Abby vê nas corridas uma forma de arrecadar fundos para a pesquisa da cura para a esclerose.
Só que ela precisa de muito fôlego para gerenciar a empresa, lidar com sua operadora de seguro para arcar com o prejuízo de um motoqueiro que ela atropelou por acidente, e ainda conquistar o Dr. Sexy. Mas o que Abby não imagina é que pode estar correndo atrás do homem errado…

 

E o livro de hoje é super divertido, uma leitura muito rápida e muito legal.

Ele conta a história da Abby, que abriu uma empresa de Web Design recentemente, que vai super bem, com funcionários super divertidos, que são amigos Abby, principalmente a Heidi.

Ela foi a primeira funcionária da empresa e a Abby tem muito carinho por ela. Até que a Heidi revela que é portadora de esclerose múltipla, o que pega a Abby totalmente de surpresa.

A Abby é uma pessoa muito sedentária, um pouco distraída, apesar de no trabalho ser uma ótima profissional, e um pouco desligada quando o assunto é homem. E por falar em homem, ela está super atrasada para uma reunião, quando atropela um motoqueiro, o Tom, que é lindo, corpo maravilhoso e está inconsciente, para o seu total desespero.

Ela achando que matou o Tom, descobre que ele está bem vivo, e cobrando o conserto da moto, o que a faz ficar revoltada, porque ela não assume a culpa, e decide que quem tem que decidir é a seguradora.

Mas, como já foi dito, ela é distraída, dona de uma empresa que é recente, com muita coisa pra fazer, não lembra de fazer refeições normalmente, preocupada com a situação da Heidi,  e acaba meio que esquecendo do assunto seguradora e atropelamento. Mas é claro que o Tom não esquece, e não deixa ela esquecer, contatando ela diversas vezes, até que ela dê um jeito de pagar essa dívida.

Fora tudo isso, tem a sua amiga Jess, que começa a empurrar pra ela o Oliver, um médico lindo, tímido, com corpo maravilhoso, e a Abby começa a chamá-lo de Doutor Sexy, que participa do mesmo clube de corrida da Jess. Os dois tentam convencer a Abby, para que ela também participe do clube de corrida, o que é a ideia mais maluca que eles podem ter, já que ela é uma das pessoas mais sedentárias que pode ter.

Até que um dia, ela decide, um pouco por insistência da Heidi, e um pouco, ou a maior parte, por culpa da bebida, numa noite de bebedeira com sua equipe, que vai correr a meia maratona para ajudar a arrecadar fundos para a pesquisa de esclerose múltipla.

Ela começa a frequentar o clube de corrida para treinar e se preparar para a corrida, e principalmente para ficar perto do Doutor Sexy, e ela encontra uma pessoa que ela não podia imaginar que encontraria, pagar um mico gigante, e aí que a história vai ficando mais engraçada e mais interessante.

Esse é um livro super leve, engraçado, mostra como a Abby é distraída, engraçada, e super sedentária, então mostra como a história da corrida, ou de qualquer exercício físico é difícil pra ela, e isso é engraçado porque ela fica pensando o tempo todo, onde ela se meteu por concordar em participar da meia maratona.

Fora o fato de abordar um assunto tão sério, que é a esclerose múltipla, que não é um tema muito abordado, e principalmente, um tema, que apesar de toda a carga pesada que tem, é abordado de uma forma mais leve, mas muito séria, e mostra todos os esforços que ela faz para ajudar a Heidi, e as milhões de pessoas portadoras da doença.

E o fato da autora ter abordado esse tem de forma tão leve, é até engraçado, porque nos faz pensar mais a sério sobre o tema, e acho que isso que é interessante, porque não é um assunto que aparece o tempo inteiro, claro que é o motivo da corrida da Abby, mas outras coisas acontecem no livro, outros assuntos sérios são abordados, e o tema é pouco abordado de forma dramática, e isso que nos faz querer saber mais sobre o assunto, e não faz o livro ficar extremamente dramático, mas torna o livro sério da sua forma, pelo tema, mas se torna divertido por toda as situações da Abby.

Conclusão – Vale muito a pena, porque aborda um tema muito sério, muito importante, mas como eu já falei, não faz o livro ficar dramático, é muito divertido, muito leve, a autora escreve de uma forma que deixa a leitura super rápida e fluida, gostei muito do livro.

Beijos e ótima leitura.

A cabana

Autor (a): William P. Young
Editora: Arqueiro
Páginas: 240
Classificação: 5

download-2A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar áquele cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta a cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, ‘A Cabana’ invoca a pergunta: ‘Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?’ As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele.

 

Hoje vou falar desse livro maravilhoso, que eu li na adolescência, que sempre quis que virasse filme, e para alegria de quem amou esse livro, vai virar filme.

Ele conta a história de uma família, que vai para um acampamento de férias, e em uma manhã, a filha mais nova desaparece.

Todos ficam desesperados e quando a polícia chega no local, percebem um objeto que eles já viram em outras situações, e informam ser da mesma pessoa que está fazendo isso com outras vítimas, pois ele sempre deixa o mesmo objeto no local.

Há evidências de que ela foi assassinada em uma cabana, mas eles não encontram provas exatas do que aconteceu.

Eles vão para casa e tentam voltar a vida normal, mas claro que não conseguem depois do que aconteceu.

Um dia Mack recebe uma carta, para que ele volte aquela cabana, mas ele não quer ir, pois aquele lugar foi onde ele passou o pior momento da sua vida.

Mesmo assim, em uma tarde muito fria ele decide ir para a cabana, pois quem escreveu a carta para ele ir até lá foi Deus.

Quando ele chega lá, ele não vê nada demais, só a mesma cabana velha que ele se lembrava, e depois de ficar recordando os acontecimentos, ele adormece.

Quando ele acorda, não sabe onde está, pois o lugar é completamente diferente do que ele foi visitar, um lugar lindo, e lá ele se encontra com quem escreveu a carta pra ele, Deus, e começa a entender muitas coisas que estavam na cabeça dele.

Esse livro foi tão bem escrito, que as vezes me impressiono, porque a gente acha que isso realmente aconteceu, e pode ter acontecido.

Eu passei a entender a fé de uma forma diferente, a forma como o livro fala de Deus é tão lindo, é de uma delicadeza e de uma verdade tão bonita e tão real, que nos faz pensar de uma forma diferente, de como conversamos com Deus, e como entendemos o que Ele nos dá e o que Ele tem para nós.

Esse livro mostra que podemos conversar com Deus da nossa forma, não seguir um padrão, porque Ele vai nos entender do jeito que falarmos, e que o importante é conversarmos com Ele, como conversamos com um amigo, porque é isso que Ele é, o nosso melhor amigo, Ele quem nos dá força quando mais precisamos, ou quando achamos que não precisamos. E as vezes não percebemos que Ele nos dá força mandando pessoas que Ele sabe que nós precisamos.

Claro que é muito difícil falar sobre esse tema, pois cada pessoa tem sua fé, sua religião. Mas acho que aqui mostra como Deus, ou quem cada um acredita, que está aqui por nós, olhando por nós, isso em todas as religiões e em tudo que acreditamos.

Esse livro nos traz muitas reflexões de como entendemos a vida, o mundo, as pessoas, nossos atos e os atos de outras pessoas, que muitas vezes não entendemos, mas que Deus sabe de tudo, e sabe porque temos que passar por cada situação, mesmo não tendo entendimento suficiente.

Conclusão – É um livro lindo, delicado, verdadeiro nas suas palavras, que traz muitas reflexões e de uma escrita maravilhosa. Vale muito a pena a leitura.

Beijos e ótima leitura.

Livros rápidos de ler

Hoje vou falar de uns livros pra quem quer ler em um fim de semana, aquele livro de quando está sem nada pra fazer, e está procurando um livro rápido, e porque não, clichê.

O primeiro é – O homem perfeito, da Vanessa Bosso.

Esse livro é super rápido de ler, e é bem clichê, o que, confesso, me irritou um pouco.

Ele conta a história da Mel, que está meio perdida na vida, sai do emprego, procura um homem legal e decide ir pra sua cidade natal, Paraty, RJ, onde mora o seu pai e avós.

E ela não imagina que é lá, naquela cidade pequena que ela vai se encontrar, e não imagina que seu verdadeiro amor está morando lá de novo, pois ela já o conhece muito bem.

É super clichê, como eu disse, as vezes ficava irritada, mas é uma leitura fluida, rápida e gostosa. Vale a pena.

O outro livro é Aluga-se um noivo, da Clara de Assis.

Ele conta a história da Débora, que tem uma vida bem sucedida profissionalmente, mas descobre que seu ex namorado vai casar com a sua amiga.

Quando ela fica sabendo disso, ela surta e decide procurar um noivo de aluguel, o Theo. E é aí que a confusão começa.

Porque ela contrata um garoto de programa em um site pra fingir que é seu noivo, mas a história vai tomando uma proporção maior do que ela espera, todo mundo começa a conhecer ele, e ela fica com medo que descubram a forma que eles se conheceram.

Mas ela começa a se apaixonar, e percebe que ele tem alguns segredos. Direto ele passa dias fora, falando que está viajando a trabalho, e ela acha que ele tem outro emprego além de garoto de programa, e fica mais neurótica do que ela já é.

Ou seja, muita confusão (risos). Mas é um livro super rápido de ler também, também é clichê, mas é engraçado, a Débora é muito louca, muito engraçada, e isso deixa a história mais engraçada também, com uma narrativa fluida, é um livro bem gostoso de ler.

E o último livro de hoje, é Uma noite apenas, da Bya Campista.

Ele conta a história da Angelina, uma empresária super bem sucedida, e essa história se passa em Nova York, os livros anteriores se passa no Brasil, no Rio de Janeiro.

A Angelina é rica, jovem, tem sua empresa, e não gosta de ficar com um cara mais de uma noite.

Ela tem um seu melhor amigo, o Tray, que a ajuda em tudo, inclusive a marcar uma consulta médica, pois ela tem uma dor no ombro insuportável.

Ele marca uma consulta pra ela com o Dr King, e ela remarca a consulta várias vezes, porque ela é muito ocupada pra ir a uma consulta médica.

Quando ela decide ir, o Dr King tem uma emergência, e se atrasa um pouco, e ela fica muito brava, já que ela é muito ocupada pra ficar esperando por uma consulta médica.

Até que ele aparece, lindo, jovem (ela pensava que ele era um velho), com um jaleco que o deixa mais lindo, e ela perde as palavras, literalmente, porque ela fica nervosa, já que ele é muito bonito, e começa a se perder no que ela mesma está falando.

Como todo livro clichê, eles se envolvem, mas o que é legal, é que ele não aquele mandão que vemos nos livros, e ela não é submissa que aceita tudo que ele diz.s

Ele é super legal, trata ela muito bem, não tenta impor coisas, e vai fazendo ela mudar alguns pensamentos.

E ela é independente, tem sua empresa, e tem um trauma de adolescência, que ele vai que vai ajuda-la a resolver.

Ele faz uma proposta pra ela, que a princípio ela não quer aceitar, mas ela vai cedendo, e eles se apaixonam.

Tem algumas confusões, dramas, e isso é bom, porque dá um animo a mais na história.

É clichê também, é um livro com cenas eróticas, mas eu gostei bastante da história, que é fluida e me deixava curiosa muitas vezes.

Então pra quem quer livros rápidos de ler, romance, clichê, e gostosos, esses são uma boa pedida.

download       Aluga-se Um Noivo      download-1

 

Beijos e ótima leitura.

Peça-me o que quiser

Autor (a): Megan Maxwell
Editora: Suma De Letras
Páginas: 408
Classificação: 3,5

downloadPrimeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos. Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu. Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais. Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.

 

Hoje vou falar desse livro, que é clichê, que tem um teor erótico altíssimo, mas que eu gostei muito da história.

Ele conta a história da Judith Flores, que trabalha em uma multinacional, a história se passa na Espanha, e ela é secretária de uma mulher insuportável.

A empresa é de uma família alemã, por isso a sede fica na Alemanha. E até então a Judith não tinha visto o presidente da empresa. Até que um dia ela encontra um homem lindo, jovem, de uma forma totalmente inesperada, em um ambiente totalmente inesperado.

E ela sem saber quem é, começa a agir de uma forma mais relaxada, com ele, começa a conversar naturalmente.

Até que ela descobre que ele é o presidente da empresa, e que ela não fazia ideia disso, pois achava que o presidente era um senhor, e assim ela conheceu Eric Zimmerman.

Eles começam a se envolver, até que ele mostra o universo dele, e ela a princípio fica apavorada, pois não fazia ideia de como conviver com aquilo. Mas aos poucos ela vai se envolvendo cada vez mais com ele, ele também começa a gostar dela, e quando ela vê, ela já está envolvida nesse mundo, até então desconhecido pra ela.

Essa história tem muitas cenas eróticas, e as vezes de uma forma exagerada, mas não ligo para esse conteúdo, desde que a história seja boa.

E eu gostei dessa história, mesmo que seja muito clichê, mas o que eu gostei, foi a forma como a Judith vai se transformando.

A princípio ela é submissa, aceita tudo que o Eric fala, todas as suas ordens, e ele é super chato, mandão, o Iceman, como ela o apelida, acha que pode falar qualquer coisa, que ela vai obedecer, e isso acontece no começo. 

Não gosto quando a protagonista obedece tudo que o protagonista fala, que cede a todas as suas vontades por causa de um beijo mais intenso, como acontece na maioria dos livros desse gênero, e essa submissão excessiva, essa falta de vontade própria, esse coisa de ceder tão facilmente, me irrita.

Mas a Judith vai se mostrando forte, que sabe o que quer, começa a não ceder aos caprichos do Eric, e ele começa a ceder mais, começa a aceitar as vontades da Judith, e em algumas vezes ele a “obedece”, vai atrás dela, vai atrás do que ele quer com ela.

E fica até meio engraçado, a forma como ela começa a agir, porque ele é brava, teimosa, e isso vai dando mais força a história, que não fica na mesma coisa clichê de submissão.

Conclusão – Não posso dizer que é um livro que te faz refletir sobre coisas importantes, mas é aquele livro clichê gostoso de ler.

Desse estilo de livro erótico, acho que esse foi o que eu mais gostei, mesmo que tenha cenas muito fortes e explícitas, mas gostei da história e gostei dos protagonistas.

Então pra que procura um livro sem muita reflexão, essa trilogia é uma boa pedida.

Esse livro é o primeiro da trilogia, e os outros também são bem legais, a história vai se desenvolvendo, e vamos descobrindo as história que o Eric guarda e que o faz sofrer, e a Judith vai tentar ajudá-lo a superar seus medos e decepções. E ele vai mostrando cada vez o mundo dele pra ela.

A trilogia é Peça-me o que quiser, Peça-me o que quiser agora e sempre, Peça-me o quiser ou deixe-me.

 

Beijos.

Depois de você

Autor (a): Jojo Moyes
Editora: Intrinseca
Páginas: 320
Classificação: 4,5

download-depois-de-voceQuando uma história termina, outra tem que começar.
Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes.
Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.
Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

 

O livro agora é Depois de você, eu falei do livro Como eu era antes de você aqui, e tinha que falar sobre o que eu achei desse.

Claro que não é a mesma coisa do primeiro livro, mas o legal dele é que mostra a superação da Lou, como está sendo difícil pra ela superar a perda do Will, e o que ela vai fazer pra superar e transformar a dor em boas lembranças do Will.

Lou se muda para um apartamento em Londres, e começa a trabalhar no pub do aeroporto.

Ela ainda não superou tudo que aconteceu e um dia quando ela está em sua casa, ele bebe muito, vai para o terraço e cai la cima.

Ela vai parar no hospital, claro, e todo mundo acha que ela tentou um suícidio, principalmente a família dela, que acha que por não ter conseguido superar a tragédia, ela tentou se suicidar.

A família dela obriga ela a fazer alguma coisa para se recuperar, e ela passa a frequentar o clube de terapia do luto e lá ela conhece Sam no estacionamento, e ela lembra que ele foi o paramédico que a ajudou no dia que ela caiu do telhado.

A Lou passa a se envolver com o Sam, mas ela tem medo de não conseguir esquecer o Will e ao mesmo tempo ela tem medo de esquecer o Will, de esquecer o que eles conversavam, de esquecer o que ele fez por ela, e esquecer tudo, ela tem medo de não amar mais o Will.

E esse grupo da terapia começa a dar apoio pra ela conhecer melhor o Sam, e o Sam entende o que ela está passando, e a apoia, entende o que ela sente pelo Will, e ele não quer que ela o esqueça, mas que ela possa viver bem com a lembrança dele e de tudo que ele fez por ela.

Fora tudo isso que está acontecendo na vida da Lou, ela conhece alguém de forma totalmente inesperada, e ela não sabe o que fazer com essa situação e com essa pessoa que apareceu quando ela menos esperava.

É muito difícil falar desse livro quando a gente gostou tanto do outro livro, e claro que não dá pra comparar.

Aqui mostra como a Lou vai tentar superar, o que ela vai fazer, e mostra muita superação da parte dela, mostra as suas fraquezas, e isso é muito importante, saber que ela não superou tudo muito rápido, mostrar todo esse processo de recuperação, toda a luta diária pra ela conseguir fazer o que é necessário, e o que ela sabe que o Will ia gostar que ela fizesse, que é se mover, estudar, viajar, arrumar um trabalho que ela goste, que ela viva.

E mostra isso, ela vivendo, da forma dela, de forma devagar, mas mostra ela vivendo, ela sentindo novas sensações, conhecendo pessoas novas, e se apaixonando.

O livro todo eu senti falta do Will, foi difícil acostumar que ela precisa seguir com a vida dela, sendo que eu queria que de alguma forma o Will aparecesse, ou algo do tipo, mas não é assim, e é bom, porque não fica aquele clichê, é uma nova história, com base na história antiga, e de uma forma o Will faz parte do livro inteiro, porque ela tenta se recuperar por ele também.

Conclusão – Como eu já falei, não se compara ao primeiro livro, mas é muito legal mostrar a superação da Lou, e como podemos refletir sobre esse processo de recuperação e superação, e mostrar que cada pessoa se recupera de uma forma. Vale a pena ler, os dois livros tem uma escrita muito fluida e mostra uma história real, não aquele clichê que todo acha que vai ser.

 

Beijos e ótima leitura.

 

Como eu era antes de você

Autor (a): Jojo Moyes
Editora: Intrinseca
Páginas: 320
Classificação: 5

download-1como-eu-era-antes-de-voceAos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

Claro que eu não podia deixar de escrever sobre esse livro, um livro que eu gostei tanto, que me emocionou de uma forma tão intensa e tão bonita.

Como eu era antes de você conta a história da Louisa, que trabalha que uma cafeteria a muitos anos, e se sente feliz com esse trabalho, com o seu namorado, o Patrick, e com a sua família, apesar da família estar passando por algumas dificuldades financeiras, e é esse trabalho da Lou que ajuda a sustentar a casa, mas ela vive bem desse jeito.

Até que ela é demitida e não sabe o que fazer, já que ela não é uma pessoa com muitas ambições de fazer alguma faculdade, ou sair da cidade para procurar algo melhor. Então ela vai na agência de empregos, e lá ela arruma diversos empregos, mas não consegue se adaptar a nenhum deles.

Quando surge o emprego de cuidadora de um homem que perdeu os movimentos, o Will, que até então ela acha que é um velho. Ela consegue o emprego e conhece o Will, que é o pior cara que ela pode conhecer.

O Will sofreu um acidente de moto, foi atropelado e perdeu todos os movimentos do corpo. E ele é um cara insuportável, e nós entendemos o motivo de tanta revolta, mas ele faz questão de demonstrar e descontar tudo na Lou, que tenta de toda forma animar ele.

E é com o jeito dela, as roupas peculiares dela, que os dois vão se aproximando. A Lou é sempre muito franca com o Will, e não faz questão de ser aquela funcionária puxa saco, e é isso que ele gosta nela, que ela ri do que ela tem vontade, se veste como tem vontade, e com o convívio diário eles começam a se aproximar e a Lou começa a sentir necessidade de ajudar o Will a superar a tragédia, e ao mesmo tempo o Will sente que tem que salvar a Lou dessa vida monótona que ela tem, ele mostra que ela tem que ter mais ambições, que ela tem que ter mais interesse na vida, em sair de uma cidade pequena que não tem nada a oferecer pra ela, que ela tem que estudar, que ela tem potencial.

E o nome do livro a principio nós achamos que é a vida do Will antes da Lou, mas não, é a vida da Lou antes do Will, porque a transformação maior é dela.

Ela passa a ter vontade de expandir a mente, de conhecer lugares, de ver filmes que ela não assistiria, começa a pensar em estudar, e se apaixona pelo Will.

E ao mesmo tempo, o Will passa a viver da forma que ele pode, mas ele vive de verdade, ele volta a sorrir, ele volta a sentir coisas que ele não sentia mais, e ele se apaixona pela Lou.

E é um amor tão puro, tão verdadeiro, tão intenso, e mesmo que não mude o pensamento do Will sobre alguns assuntos, esse amor transforma os dois.

E o livro fala disso, de transformação, superação, ambição, aquela ambição que a gente precisa pra conquistar as coisas que sonhamos, fala sobre amor, de todas as formas, sem barreiras, sem aparência física, só amor.

A autora conseguiu passar a verdadeira emoção da história, conseguiu passar o ponto de vista de uma pessoa que vive da forma que o Will passa a viver, e se não nos faz concordar com as escolhas que ele toma, nos faz compreender como deve ser difícil ter que fazer essas escolhas e como deve ser dificil viver dessa forma.

Conclusão – Um livro extremamente emocionante, um romance lindo, uma história com muita reflexão, realmente nos faz pensar, e mostra como essa transformação foi tão importante, como esse processo de transformação, de uma certa forma nos transforma, e nos faz ter mais ambição para o que realmente importa.

 

Beijos e leiam esse livro.

 

A voz do arqueiro

Autor (a): Mia Sheridan
Editora: Arqueiro
Páginas: 336
Classificação: 5

download-a-voz-do-arqueiroCada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor. Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar. Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar.

Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde. Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda. Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

 

A voz do arqueiro conta a história da Bree, que passa por traumas, e decide que quer se mudar de cidade, ir para um lugar novo, onde ninguém a conheça e não conheça a sua história.

Desde a tragédia que aconteceu na vida dela, ela passa a ter muitos pesadelos sobre o que aconteceu, e ela acha que mudando de cidade, isso pode parar de acontecer.

Ela se muda para uma cidade pequena, em um chalé pequeninho, só ela e sua cadelinha. Assim que ela chega, a sua vizinha, uma senhora que mora sozinha do lado se sua casa, vai fazer uma visita, e apesar da diferença de idade, elas começam uma amizade muito legal, e sua vizinha indica um emprego pra ela na lanchonete da cidade.

Ela vai até essa lanchonete, consegue o emprego, e arruma mais três amigas, uma é a dona da lanchonete, e duas da mesma idade que ela.

A Bree não é uma pessoa com muitos amigos,e ela acha bom fazer novas amizades e viver com uma jovem normal.

E é nessa cidadezinha que ela conhece Archer Hale, um jovem que vive sozinho, afastado da sociedade desde muito jovem, que também passou por uma tragédia quando era pequeno, e essa tragédia, além de muitas descobertas, teve uma sequela, uma deficiência.

Ele vive sem esperança de conhecer ninguém, ele prefere não conhecer ninguém, ele não quer contato com o mundo, já que as pessoas não deram o apoio que ele precisava quando era pequeno.

E vendo esse jovem tão diferente dos outros jovens, a Bree passa a ter certa curiosidade sobre o que o Archer esconde, qual é a sua história, porque ele não convive com as pessoas da cidade.

E nessa curiosidade, ela descobre o quanto ele é especial, inteligente, amoroso, e o quanto precisa ser salvo, assim como ela.

Ela passa a ter vontade de salva-lo, de fazer amizade com ele, ela percebe coisas nele, que ninguém nunca se deu ao trabalho de perceber.

E com isso ela começa a transformar ele, a fazer ele procurar uma independência, procurar um emprego, interagir com outras pessoas, e ela vai transformando ele, e vai percebendo que ele vai transformando ela, que quando ela está com ele, ela não tem pesadelo, que ela também está sendo salva por ele.

É uma história completamente surpreendente, pois fala de depressão, de tragédia familiar, e como eles lidam com ela, sobre desprezo, sobre deficiência, sobre superação, muita superação, da parte dos dois.

Uma história linda, que nos faz refletir muito sobre a forma como olhamos as pessoas que vivem mais afastadas da sociedade por algum motivo ou deficiência, e que muitas vezes, nós não queremos saber desses motivos, de nos aproximar desses motivos, e tentar ajudar, tentar salvar essa pessoa.

Conclusão – Não esperava mesmo que ia gostar tanto desse livro, achei que seria um livro interessante, mas que fosse mais um romance clichê. E é um romance clichê, tem conflitos clichês, e isso também é bom, porque as vezes o que a gente quer, é um livro clichê.

Mas esse livro tem mais que isso, tem uma história linda, foi muito bom a autora ter feito uma história com características físicas muito diferente do que as que estamos acostumadas a ler.

Se tem um livro que me deixou com ressaca literária, foi esse. Leiam porque vale a pena.

Esse livro é o quarto livro da série A Sign of love novel.

 

Beijos e ótima leitura.