Corra, Abby, corra

Autor (a): Jane Costello
Editora: Record
Páginas: 420
Classificação: 5

Anúncios

download-3Na corrida pelo amor, Abby tem que ir com tudo
Abby nunca foi de se preocupar com hábitos saudáveis. Aos 28 anos, ela acaba de fundar a própria empresa de web design, e sua rotina parece consumir todo o seu tempo. Ela não tem a menor ideia de quando foi a última vez que deu um beijo apaixonado. E o pior: mal tem tempo para comer, malhar então… nem pensar.
Mas quando sua melhor amiga a convida para participar de um clube de corrida, a jovem empresária encontra uma motivação: Oliver, charmoso e bem-sucedido médico que parece estar interessado em suas investidas. Seu primeiro dia de corrida, entretanto, não acaba como imaginou e ela jura que nunca mais vai correr. Até o dia em que sua assistente Heidi revela ser portadora de esclerose múltipla. A partir daí, Abby vê nas corridas uma forma de arrecadar fundos para a pesquisa da cura para a esclerose.
Só que ela precisa de muito fôlego para gerenciar a empresa, lidar com sua operadora de seguro para arcar com o prejuízo de um motoqueiro que ela atropelou por acidente, e ainda conquistar o Dr. Sexy. Mas o que Abby não imagina é que pode estar correndo atrás do homem errado…

 

E o livro de hoje é super divertido, uma leitura muito rápida e muito legal.

Ele conta a história da Abby, que abriu uma empresa de Web Design recentemente, que vai super bem, com funcionários super divertidos, que são amigos Abby, principalmente a Heidi.

Ela foi a primeira funcionária da empresa e a Abby tem muito carinho por ela. Até que a Heidi revela que é portadora de esclerose múltipla, o que pega a Abby totalmente de surpresa.

A Abby é uma pessoa muito sedentária, um pouco distraída, apesar de no trabalho ser uma ótima profissional, e um pouco desligada quando o assunto é homem. E por falar em homem, ela está super atrasada para uma reunião, quando atropela um motoqueiro, o Tom, que é lindo, corpo maravilhoso e está inconsciente, para o seu total desespero.

Ela achando que matou o Tom, descobre que ele está bem vivo, e cobrando o conserto da moto, o que a faz ficar revoltada, porque ela não assume a culpa, e decide que quem tem que decidir é a seguradora.

Mas, como já foi dito, ela é distraída, dona de uma empresa que é recente, com muita coisa pra fazer, não lembra de fazer refeições normalmente, preocupada com a situação da Heidi,  e acaba meio que esquecendo do assunto seguradora e atropelamento. Mas é claro que o Tom não esquece, e não deixa ela esquecer, contatando ela diversas vezes, até que ela dê um jeito de pagar essa dívida.

Fora tudo isso, tem a sua amiga Jess, que começa a empurrar pra ela o Oliver, um médico lindo, tímido, com corpo maravilhoso, e a Abby começa a chamá-lo de Doutor Sexy, que participa do mesmo clube de corrida da Jess. Os dois tentam convencer a Abby, para que ela também participe do clube de corrida, o que é a ideia mais maluca que eles podem ter, já que ela é uma das pessoas mais sedentárias que pode ter.

Até que um dia, ela decide, um pouco por insistência da Heidi, e um pouco, ou a maior parte, por culpa da bebida, numa noite de bebedeira com sua equipe, que vai correr a meia maratona para ajudar a arrecadar fundos para a pesquisa de esclerose múltipla.

Ela começa a frequentar o clube de corrida para treinar e se preparar para a corrida, e principalmente para ficar perto do Doutor Sexy, e ela encontra uma pessoa que ela não podia imaginar que encontraria, pagar um mico gigante, e aí que a história vai ficando mais engraçada e mais interessante.

Esse é um livro super leve, engraçado, mostra como a Abby é distraída, engraçada, e super sedentária, então mostra como a história da corrida, ou de qualquer exercício físico é difícil pra ela, e isso é engraçado porque ela fica pensando o tempo todo, onde ela se meteu por concordar em participar da meia maratona.

Fora o fato de abordar um assunto tão sério, que é a esclerose múltipla, que não é um tema muito abordado, e principalmente, um tema, que apesar de toda a carga pesada que tem, é abordado de uma forma mais leve, mas muito séria, e mostra todos os esforços que ela faz para ajudar a Heidi, e as milhões de pessoas portadoras da doença.

E o fato da autora ter abordado esse tem de forma tão leve, é até engraçado, porque nos faz pensar mais a sério sobre o tema, e acho que isso que é interessante, porque não é um assunto que aparece o tempo inteiro, claro que é o motivo da corrida da Abby, mas outras coisas acontecem no livro, outros assuntos sérios são abordados, e o tema é pouco abordado de forma dramática, e isso que nos faz querer saber mais sobre o assunto, e não faz o livro ficar extremamente dramático, mas torna o livro sério da sua forma, pelo tema, mas se torna divertido por toda as situações da Abby.

Conclusão – Vale muito a pena, porque aborda um tema muito sério, muito importante, mas como eu já falei, não faz o livro ficar dramático, é muito divertido, muito leve, a autora escreve de uma forma que deixa a leitura super rápida e fluida, gostei muito do livro.

Beijos e ótima leitura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s