A voz do arqueiro

Autor (a): Mia Sheridan
Editora: Arqueiro
Páginas: 336
Classificação: 5

Anúncios

download-a-voz-do-arqueiroCada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor. Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar. Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar.

Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde. Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda. Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

 

A voz do arqueiro conta a história da Bree, que passa por traumas, e decide que quer se mudar de cidade, ir para um lugar novo, onde ninguém a conheça e não conheça a sua história.

Desde a tragédia que aconteceu na vida dela, ela passa a ter muitos pesadelos sobre o que aconteceu, e ela acha que mudando de cidade, isso pode parar de acontecer.

Ela se muda para uma cidade pequena, em um chalé pequeninho, só ela e sua cadelinha. Assim que ela chega, a sua vizinha, uma senhora que mora sozinha do lado se sua casa, vai fazer uma visita, e apesar da diferença de idade, elas começam uma amizade muito legal, e sua vizinha indica um emprego pra ela na lanchonete da cidade.

Ela vai até essa lanchonete, consegue o emprego, e arruma mais três amigas, uma é a dona da lanchonete, e duas da mesma idade que ela.

A Bree não é uma pessoa com muitos amigos,e ela acha bom fazer novas amizades e viver com uma jovem normal.

E é nessa cidadezinha que ela conhece Archer Hale, um jovem que vive sozinho, afastado da sociedade desde muito jovem, que também passou por uma tragédia quando era pequeno, e essa tragédia, além de muitas descobertas, teve uma sequela, uma deficiência.

Ele vive sem esperança de conhecer ninguém, ele prefere não conhecer ninguém, ele não quer contato com o mundo, já que as pessoas não deram o apoio que ele precisava quando era pequeno.

E vendo esse jovem tão diferente dos outros jovens, a Bree passa a ter certa curiosidade sobre o que o Archer esconde, qual é a sua história, porque ele não convive com as pessoas da cidade.

E nessa curiosidade, ela descobre o quanto ele é especial, inteligente, amoroso, e o quanto precisa ser salvo, assim como ela.

Ela passa a ter vontade de salva-lo, de fazer amizade com ele, ela percebe coisas nele, que ninguém nunca se deu ao trabalho de perceber.

E com isso ela começa a transformar ele, a fazer ele procurar uma independência, procurar um emprego, interagir com outras pessoas, e ela vai transformando ele, e vai percebendo que ele vai transformando ela, que quando ela está com ele, ela não tem pesadelo, que ela também está sendo salva por ele.

É uma história completamente surpreendente, pois fala de depressão, de tragédia familiar, e como eles lidam com ela, sobre desprezo, sobre deficiência, sobre superação, muita superação, da parte dos dois.

Uma história linda, que nos faz refletir muito sobre a forma como olhamos as pessoas que vivem mais afastadas da sociedade por algum motivo ou deficiência, e que muitas vezes, nós não queremos saber desses motivos, de nos aproximar desses motivos, e tentar ajudar, tentar salvar essa pessoa.

Conclusão – Não esperava mesmo que ia gostar tanto desse livro, achei que seria um livro interessante, mas que fosse mais um romance clichê. E é um romance clichê, tem conflitos clichês, e isso também é bom, porque as vezes o que a gente quer, é um livro clichê.

Mas esse livro tem mais que isso, tem uma história linda, foi muito bom a autora ter feito uma história com características físicas muito diferente do que as que estamos acostumadas a ler.

Se tem um livro que me deixou com ressaca literária, foi esse. Leiam porque vale a pena.

Esse livro é o quarto livro da série A Sign of love novel.

 

Beijos e ótima leitura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s